Portuguese English Spanish

Projeto Recuperando Córrego Tijuco Preto

O Projeto “Transformando o Córrego Tijuco Preto” foi pensado especialmente para o Bairro 24 de Maio do município de Botucatu/SP e financiado pela Fundação Banco do Brasil.

A ideia do projeto surgiu a partir de um Diagnostico Participativo realizado pela Rede social TEAR, no Parque Residencial 24 de Maio e região.

 Por meio de dinâmicas, mapeamento cognitivo, visitas de campo, identificação de ativos, elaboração e aplicação de questionários junto a comunidade, a governança local do Parque Residencial 24 de Maio e região construiu um mapa verde dos 6 bairros da região, descrevendo o cenário e apontando sugestões de melhoria para todas as áreas de impacto social.

A Rede TEAR é um movimento que reúne pessoas e organizações de forma igualitária e democrática, a fim de construir e viabilizar projetos que, tragam o desenvolvendo sustentável e beneficiem a vida das comunidades. Em Botucatu a Rede Social TEAR nasceu em 2005 da articulação das organizações locais e a partir de 2010 configurou-se cenário favorável para o inicio do Programa de Desenvolvimento Local do Parque Residencial 24 de Maio e região.

A região possui diversos atrativos naturais. Por se tratar de um espaço situado entre o limite urbano e a área rural são varias as possibilidades de contato com áreas naturais ainda preservadas. Um aspecto relevante desta região é a localização da nascente do Ribeirão Lavapés que e o maior afluente que cruza a extensão urbana do município.

A partir deste cenário e do diagnostico realizado na área, foram levantadas algumas sugestões de melhoria, que são:

- Construir parques para preservação do ambiente;
- Desenvolver campanhas de educação ambiental;
- Implantar coleta seletiva;
- Implementar ações de conservação e recuperação das margens dos rios.

O projeto visou trabalhar a melhoria de duas dessas áreas relacionadas às solicitações da população local, sendo elas: educação ambiental e as ações de conservação e recuperação das margens do Córrego Tijuco Preto.

Dessa forma, os objetivos principais do projeto foram: recuperar um trecho do Ribeirão Tijuco Preto, desenvolver atividades de educação ambiental com crianças e jovens da comunidade e promover a melhoraria de uma área pública, através da construção de Jardins de Chuva com pneus usados.

  

Animus Web